O que é o Tesouro Direto?

O que  é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a
BM&FBOVESPA.


Investir no Tesouro Direto é simples e você não precisa de muito dinheiro para começar. Essa alternativa de aplicação permite investimentos a partir de R$ 30,00, de curto, médio ou longo prazo.


E o melhor: não precisa nem sair de casa, pois as transações são feitas pela Internet.


Estes títulos são exatamente os mesmos que os bancos compram (com o seu dinheiro) quando você investe em fundos de investimento em renda fixa ou fundos DI.


Também são os mesmos títulos que os administradores de planos de previdência privada compram para investir na sua aposentadoria.


A (grande) diferença é que, para fazer esse trabalho para você, eles cobram altíssimas taxas de administração. E isso prejudica demais a rentabilidade dessas aplicações.


Não vale a pena pagar essas altas taxas por algo que você pode investir por conta própria, de uma forma muito simples e fácil de aprender.

LEIA TAMBÉM: COMO COMECEI A INVESTIR COM APENAS R$30,00


Por essa razão, você nunca verá seu gerente do banco oferecendo o investimento em títulos públicos, pois o banco não ganha nada com isso.


No Tesouro Direto, você mesmo gerencia seus investimentos, ao escolher os prazos e os indexadores dos títulos públicos que deseja comprar. Você também pode agendar suas aplicações com antecedência e regularidade.


É uma ótima opção para quem quer investir com alta rentabilidade, segurança e liquidez.


Uma vez comprados os títulos, você receberá os rendimentos da aplicação até o vencimento do papel (data predeterminada para o resgate do título), quando os recursos são depositados em sua conta com o rendimento combinado.


Mas, sempre que precisar, você pode vendê-los antes de seu vencimento ao Tesouro Nacional, pelo seu valor de mercado.


As vantagens não param por aí.


O rendimento da aplicação em títulos públicos é bastante competitivo se comparado com as outras aplicações financeiras de renda fixa existentes no mercado.


As taxas de administração e de custódia são baixas e o Imposto de Renda só é cobrado no momento da venda, pagamento de cupom de juros ou vencimento do título.

AULA EXCLUSIVA: A GRANDE TRAIÇÃO DA APOSENTADORIA BRASILEIRA

O que são títulos públicos?

Os títulos públicos são ativos de renda fixa, ou seja, seu rendimento pode ser dimensionado no momento do investimento, ao contrário dos ativos de renda variável (como ações, fundos imobiliários ou fundos de índice), cujo retorno não pode ser estimado no instante da aplicação.


Dada a menor volatilidade dos ativos de renda fixa frente aos ativos de renda variável, este tipo de investimento é considerado mais conservador, ou seja, de menor risco.


O investidor deve escolher, entre os títulos ofertados, aqueles cujas características sejam compatíveis com o seu perfil e com o objetivo de seu investimento.


Existem títulos prefixados, cuja taxa de rentabilidade é determinada no momento da compra.


Há também títulos pós-fixados, cujo valor do título é corrigido por um indexador definido, como os títulos remunerados por índices de preços
(inflação medida pelo IPCA) e indexados à taxa de juros básica da economia (a taxa Selic).


Os títulos podem ser ainda de curto, médio ou longo prazo, e realizar ou não pagamento de cupom semestrais de juros.


Títulos públicos são considerados os ativos de menor risco da economia de um País, e são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.


O investimento no Tesouro Direto é um investimento em renda fixa, mas isso não quer dizer que os preços e taxas dos títulos públicos do Tesouro
Direto não apresentem variação ao longo do tempo.
Entre a data de compra e de vencimento, o preço do título flutua em função das condições do mercado e das expectativas quanto ao comportamento das taxas de juros futuras.

LEIA TAMBÉM: APRENDA A VIVER DE RENDA


Uma redução nas taxas de juros de mercado em relação à taxa de compra do título provocará aumento no valor do título. Já um aumento nas taxas de juros proporciona o efeito contrário.


O valor do título na carteira do investidor é atualizado considerando essas variações.


O título é atualizado de acordo com o valor que ele é negociado no mercado secundário no momento, procedimento conhecido como marcação a
mercado.


Desta forma, havendo queda nos preços negociados no mercado, o saldo do investidor cairá.

Por outro lado, se houver valorização do título, o saldo do investidor irá se elevar.


Se o investidor permanecer com os títulos até a sua data de vencimento, receberá o valor correspondente à rentabilidade pactuada no momento da compra, independente das variações de preço do título ao longo da aplicação.


Em outras palavras, se você permanecer com os títulos até seu vencimento, não precisa se preocupar com essa variação de preço.

Entretanto, no caso da venda antecipada, o Tesouro Nacional recompra o título com base em seu valor de mercado.


Logo, na venda antes do vencimento, o retorno da aplicação poderá ser diferente da acordada no momento da compra, dependendo do preço do título no momento em que o investidor decidir vender o título.


Para concluir, saiba que você está adquirindo conhecimento para investir numa das melhores aplicações de renda fixa disponíveis no mercado. E tem mais: uma aplicação financeira que seu gerente nunca lhe ofereceria.


Afinal, seu gerente não é um consultor financeiro, mas um vendedor dos produtos financeiros mais rentáveis... para o banco!


É por isso que você sempre o verá oferecendo títulos de capitalização, fundos de investimento e planos de previdência privada com altas taxas de administração e carregamento.

AULA EXCLUSIVA: A GRANDE TRAIÇÃO DA APOSENTADORIA BRASILEIRA

Principais Vantagens em Investir em Títulos Públicos:

Baixo risco: Títulos públicos são considerados os ativos de menor risco da economia de um País, e são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional;


Boa liquidez: Se você precisar resgatar parte do seu investimento antes do vencimento do título, poderá fazê-lo diariamente;


Baixo custo de operação: Como veremos em outras aulas, as taxas administrativas cobradas para investir em títulos públicos é baixíssima, podendo até nem ser cobrada em alguns casos.


Baixo investimento inicial: Você pode começar a investir em títulos públicos com apenas R$ 30. Os melhores fundos de investimento dos bancos cobram valores muito maiores que isso.


Comodidade: Você pode fazer absolutamente tudo pela internet, desde a compra e venda de títulos, até o acompanhamento da rentabilidade e demais informações sobre sua carteira.

Conhecimento é liberdade. Assuma o controle da sua vida financeira.

Espero que você tenha gostado do artigo, se ficou alguma dúvida deixa sua pergunta nos comentários.

Gostaria de fazer um convite para você assistir uma aula sobre Tesouro Direto, dada por um dos melhores educadores financeiros da atualidade Rafael Seabra, é só clicar no link abaixo e agendar o melhor horário para você assistir. É uma aula bem completa de aproximadamente 90 minutos.

Um Forte Abraço e Bons Investimentos

RECOMENDADO

19 Comentários


  1. Tesouro direto é de longe o melhor investimento a curto , médio longo prazo , é um ativo fortissimo e seguro ! eu pretendo aumentar mais meus títulos e esse conteúdo agregou demais pra mim , valeu fico agradecido pelo post me ajudou bastante !
    Quero investir no Tesouro direto , já vi diversos casos de sucesso, vou da uma olhada nessa aula… 🙂

    Responder

    1. Isso mesmo Anderson, tesouro direto é o melhor investimento de renda fixa para o pequeno investidor. Assista a aula, o conteúdo é excelente. Sucesso e bons investimentos.

      Responder

  2. Olá achei muito interessante essa estratégia, eu gostaria de saber mais informações a respeito dessa estratégia?

    Responder

  3. Fiquei maravilhado com esse conteúdo e agradeço imensamente pela aula e os ebooks que já baixei e vou ler com toda atenção, pois tenho muito interesse nesse assunto, mas nunca tinha encontrado um artigo tão completo. Já sou aposentado, mas preciso investir em algo seguro e o Tesouro Direto me parece uma ótima opção. Muito obrigado!!

    Responder

  4. Adorei o artigo, eu quero muito investir em algo que me traga retorno para minha vida toda, e parece que eu achei aonde investir,muito obrigada pelo artigo bem explicado

    Responder

  5. sobre investimento fico meio perdido , parece ser uma excelente oçao

    Responder

  6. Tinha dúvidas sobre esse tipo de investimento. Foi muito esclarecedora a sua matéria, parabéns. Sempre aprendi que não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta. Vou diversificar meu pequeno investimento. Muito Obrigado!!

    Responder

  7. Quero muito começar investir em tesouro direto, seu texto realmente é muito bom e esclarecedor, vc acha que o tesouro selic seria a melhor opção para quem esta começando?

    Responder

  8. Não conhecia esse tipo de investimento e me pareceu muito interessante para médio e longo prazo, o seu artigo serviu para me ajudar a tomar uma decisão. Obrigado pelas informações.

    Responder

  9. Além de seguro o tesouro direito tem uma otima rentabilidade.
    Tenho muito interesse de aprender a investir, vou assistir esse palestra online que você recomendou.

    Responder

  10. Sempre achei que investir em poupança e depender do dinheiro da aposentadoria vindo do INSS era um mal negócio. Agora depois de ver esse artigo eu descobri que é mesmo muito ruim depender das formas tradicionais de ganhar proporcionadas pelo governo

    Responder

  11. Olá! Naveguei no seu site e fiquei curiosa para ver como funciona esta questão de investimento.
    Ganhar dinheiro de forma segura é muito bom!
    Seguir um método seguro e comprovado é tudo de bom! Será garantido o investimento empenhado no devido investimento. Valeu a dica!

    Responder

  12. Muito bom esse conteúdo,já ouvi muito falar em tesouro direto, mas nunca sabia o que era na verdade,mas esse artigo me esclareceu , e quero aprender a investir nesse negócio e garantir minha aposentadoria no futuro, valeu muito obrigado!

    Responder

  13. Antes de ler este artigo eu nem sabia o que era Tesouro Direto, mais depois deste artigo agora sei muito bem o que é como também em como investir. Muito bom mesmo

    Responder

  14. Olá poxa com R$30 posso investir no Tesouro Direto nunca investi achando que teria que paga pros panco faze isso pra mim…então posso investi sem sai de casa?Porque não vejo ninguém falando isso?Esse poste é o primeiro que leio e fico por dentro de como funciona mesmo obrigado pelas informações…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *