O que são Dividendos?

O dividendo é uma forma de remuneração que as empresas fazem aos seus acionistas de tempos em tempos.

Esta remuneração é feita em dinheiro e é anunciada pelo Conselho de Administração e então é estabelecida uma data para o seu pagamento.

Os dividendos são, portanto, a parte que os investidores têm dos lucros da companhia, uma vez que são sócios desta empresa.

Obviamente, os dividendos recebidos são proporcionais a quantidade de ações possuídas: quanto maior o número de ações, maior será o valor de dividendos recebidos.

Quando uma empresa obtém lucro de suas operações, a gestão da empresa pode escolher entre duas opções: distribuir este lucro aos seus acionistas ou reter este lucro na esperança de que os lucros retidos possam ampliar os lucros no futuro e, como consequência, aumentar os lucros futuros também.

Uma companhia precisa crescer os lucros de maneira representativa para justificar a retenção dos lucros ao invés da distribuição de dividendos.

A frequência da distribuição dos dividendos pode variar em termos temporais: pode ser mensal, trimestral, semestral ou até anual. Cada empresa tem a sua política de dividendos.

Um fator interessante: os dividendos são pagos independente da variação da cotação de uma ação.

As ações podem estar em queda ou em alta, e seu patrimônio oscilar, mas os dividendos são pagos independente das condições de mercado.

Portanto, os dividendos dependem apenas da capacidade da empresa de gerar caixa para pagar dividendos, e não do humor do mercado acionário.

As empresas que pagam dividendos geralmente são empresas com um posicionamento de mercado sólido e estão em um estágio mais maduro, já tendo passado por um ciclo de crescimento elevado no passado e que agora apresentam taxas moderadas de crescimento.

No Brasil, existe a figura do “Juros de Capital”. O que é isso? É uma forma de dividendo que existe no Brasil, que foi criada através de legislação durante a década 1990. O pagamento é lançado como uma despesa no resultado da empresa e desta forma, existe um beneficio fiscal no valor que é pago ao acionista.

1x1.trans - O que são Dividendos?

Conheça a Área De Membros do Site Dica De Hoje

Quais os principais indicadores para se analisar os dividendos?

Quem acompanha estratégias de investimento baseadas em dividendos deve acompanhar algumas métricas importantes.

Estas métricas demonstram ajudam o investidor a ter uma visão sobre a saúde da empresa e se uma determinada empresa é interessante para o investidor interessado em dividendos.

As métricas mais importantes para quem quer estudar casos de dividendos são:

Dividendo Yield

É a métrica que resulta da divisão dos dividendos pagos nos últimos doze meses pelo preço de uma ação.

Por exemplo, se uma empresa pagou R$1,00 de dividendos nos últimos anos e vale R$20,00 em bolsa, o seu Dividendos Yield será de 5% (R$1,00/R$20,00).

Em teoria, quanto maior o Yield melhor. Porém, na prática existem diversas empresas com Dividendos Yield elevado, mas que não são bons investimentos, pois seus dividendos não são sustentáveis.

https://www.youtube.com/watch?v=qNlRzrQc7Y4

Payout

Esta métrica é o resultado da divisão dos dividendos distribuídos e o lucro de uma empresa.

Por exemplo, se a empresa distribuiu R$50 milhões de dividendos nos últimos doze meses e lucrou R$100 milhões, o seu payout será de 50% (R$50mi/R$100mi).

O valor que não é distribuído na forma de dividendos é retido pela empresa. Este valor retido é usado para a empresa fazer investimentos, realizar aquisições ou reduzir o seu endividamento.

Existem algumas empresas que conseguem crescer distribuindo quase que a totalidade de seus lucros. Estas empresas que conseguem crescer distribuindo dividendos, costumam ser ótimos investimentos.

Endividamento

Ao se analisar o dividendo de uma empresa é importante estar de olho também na saúde financeira da empresa. Uma empresa com endividamento elevado dificilmente conseguirá manter um patamar de dividendos elevados durante muito tempo.

Como medir se o endividamento é elevado? Existem duas métricas importantes que medem o endividamento. Ambas utilizam o endividamento líquido como parte da equação. Dívida líquida é o quanto que a empresa deve aos credores descontado o que a empresa tem em aplicações financeiras. Se a empresa deve R$200 milhões e tem R$50 milhões em aplicações, a sua dívida líquida é de R$150 milhões
(R$200mi-R$50mi).

  • Dívida Líquida sobre Patrimônio Líquido: esta métrica mede quanto a empresa deve em relação ao seu patrimônio. Se uma empresa deve R$50 milhões e tem patrimônio liquido de R$100 milhões, ela deve 50% de seu patrimônio.

Idealmente, procure investir em empresas que devam menos do que 100% de seu patrimônio.

  • Dívida Líquida sobre o Lucro Operacional: esta métrica mede quanto a empresa deve em relação ao seu lucro. Se uma empresa deve R$100 milhões e tem lucro operacional de R$50 milhões, ela deve 2x o seu lucro operacional.

Idealmente, procure investir em empresas que devam menos de 3x o seu lucro operacional.

Empresas que tem endividamento controlado são mais seguras e menos expostas a boa vontade dos bancos em tempos de crise.

1x1.trans - O que são Dividendos?

RECOMENDADAS PARA VOCÊ


1x1.trans - O que são Dividendos?

Especialista no Mercado Financeiro Revela Sistema Comprovado De Como Investir Em Ações!


imagem marcello post

Um Simples MÉTODO Passo a Passo que fez com que um Médico se tornasse um Expert da Área de Investimentos!


1x1.trans - O que são Dividendos?

Peritos Chocados Com Novo Truque Que Faz Compradores Online Poupar Dinheiro!


imagem e-book sucos detox

Mais de 3.470 Mulheres já Baixaram o E-book e Estão Tendo Resultados Incríveis Em Tempo Recorde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *